sexta-feira, 23 de março de 2018

Triste situação do Rio G.do Norte

Quem diria que o Rio Grande do Norte ocuparia a posição mais triste do ranking da violência no país? O primeiro lugar aterrorizante das estatísticas de crimes violentos.

Muito distante daquele pequeno e pacato Estado dos tempos passados, sem as malditas drogas ilícitas de hoje, época em que só a cachaça reinava sozinha nos botecos da vida tranquila.

Para espanto de todos nós, o RN registrou 2.246 mortes violentas em 2017, número que representa 64 óbitos para cada grupo de 100 mil pessoas. É uma taxa altíssima e assustadora.

Por que governantes, a sociedade, autoridades deixaram chegar a essa calamidade? O Estado está tomado pelo narcotráfico e grupos assassinos por todo seu território.

Faltam estruturas a altura na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social para o enfrentamento dessa tragédia que já se arrasta há anos e que só tem piorado.

Nossos governantes do passado e do presente falharam feio. Hoje se tenta resgatar o Estado desse drama que fincou suas garras sobretudo nos bolsões de pobreza e miséria do Estado.

Agora não se pede a presença do Estado apenas na educação e na saúde, mas também, urgentemente, na segurança pública, de modo a reduzir os incontroláveis índices de mortes violentas.

O Rio Grande do Norte está mal, muito mal, no retrato da violência no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pré-candidatos na corrida

Sinceramente, tenho simpatia pelas candidaturas de representantes das minorias e dos desfavorecidos. Mas é preciso que esses candidatos s...

MAIS VISITADAS