segunda-feira, 27 de março de 2017

POLÍTICA PELO AVESSO

No Brasil, costuma-se fazer política contra adversários e não verdadeiramente pelo bem comum, como deveria ser. Bastam algumas poucas evidências para se demonstrar isso. Primeiro, governo eleito começa por contestar obra de seus opositores, em vez de repará-la, se houver necessidade, e mantê-la em seus aspectos positivos se a obra ou projeto é importante e serve ao município, Estado ou país.
Não, político bom é aquele que abandona a obra do outro e passa a construir outra em nome de seu governo, desperdiçando recursos financeiros, além de retirar da população aquilo que serve como serviço público, só porque é de um adversário. Exceto se a obra for de um antecessor aliado. Caso não, inventa-se defeito e aquilo lá vai pro beleléu. Diz que é coisa do passado e não se fala mais nisso.
Dou aqui um exemplo desse absurdo no Rio Grande do Norte em particular, e no país também. No RN, as Centrais do Cidadão um projeto em sua iniciativa original aplaudida pela população em geral, como um dos serviços de qualidade do poder público potiguar, da época do então governador Garibaldi Alves Filho (década de 90), logo abandonado nos governos seguintes, algumas centrais fechadas, e até hoje esse maravilhoso projeto permanece sem ser restaurado. Perdeu o povo que se utilizava para fazer documentação em um só local. Mesmo existindo ainda algumas centrais, o funcionamento é pra lá de precário e muito reclamado.
No plano ainda estadual, que servia de exemplo nacional, temos os Cieps (Centros Integrados de Ensino Público) criados na época do governo brizolista (Leonel Brizola) no Rio de Janeiro, apelidado de Brizolões (anos 80/90), idealizados pelo então vice-governador Darcy Ribeiro. Importante projeto educacional diferenciado, os Cieps também terminaram abandonados e esquecidos, embora atualmente se fale tanto em educação de tempo integral, que reúne o útil ao agradável, onde alunos passavam o dia em atividades didáticas, de leituras, práticas esportivas e com direito a boa alimentação, mais tratamento odontológico. E qual era a proposta dos Cieps se não ocupar o tempo integral de alunos e alunas! Eram caros? Muito mais caro é a corrupção, ora essa!
Quer dizer, gestores públicos no Brasil sempre preferem começar do zero, desperdiçando recurso público e gastando o que não pode para depois mandar a conta para a população em forma de mais impostos, contribuições e taxas adicionais, além de diminuir serviços e torná-los precários. Trata-se de um Brasil que não anda, marca o passo no atraso. É a política feita pelo avesso.

sexta-feira, 24 de março de 2017

MELHORIAS NA BR 101

VIADUTO Bairro com acessos facilitados
Esta semana, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, hoje conhecido pela sigla Dnit, liberou finalmente as passagens de nível inferior sob o novo viaduto da BR 101, em Neópolis, que dá acesso a esse bairro de Natal e adjacências da zona sul. Assim como permite o retorno na direção de Parnamirim, município da região metropolitana.
Era a etapa derradeira que faltava, já que a obra do viaduto havia sido entregue há mais de mês, e estava faltando apenas essas passagens de veículos por baixo da obra principal. Para tornar, definitivamente, via expressa na rodovia em trechos urbanos que passa por dentro de Natal e Parnamirim, outras obras estão em andamento, como o de outro viaduto e passagens inferiores em Emaús, com acesso ao bairro de Nova Parnamirim do município vizinho. Além várias passarelas de pedestres que estão sendo erguidas ao longo desse percurso.
Torci muito, escrevendo aqui, para que moradores de Neópolis e adjacências, tivessem melhores acessos à BR 101 quando se dirigissem no sentido Natal–Centro ou Natal–Parnamirim, sem congestionamentos como acontecia anteriormente nas manhãs logo cedo ou na volta de fim de tardes. Esse tempo novo, graças a Deus chegou, e essas melhoras nos anima.
Hoje você sai tranquilo para ter acesso à BR, que seja de Neópolis, que seja das proximidades como Jiquí, Pirangi e Nova Parnamirim por essa rota. Soube pelo noticiário que o segundo viaduto construído em Emaús, de acesso à região ali. já está em fase experimental para ser liberado também.
É muito bom ver isso acontecendo em meio a tantas notícias tristes, desanimadoras e que nos deixa um tanto pra baixo. Estamos muito próximo de ter uma BR de fluxo intenso sem retenções, porque os semáforos estão sendo retirados com essas obras. São as boas notícias que queremos.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Tá ligado?

CORRUPÇÃO Ópio do nosso Brasil da ganância
Dei uma mergulhada depois do carnaval e desapareci sem postar mais nada. Tive que mudar de computador e a máquina daqui de casa é sempre muito ocupada por todos nós no dia a dia. Resolvi então, dar uma parada para desenfastiar um pouco.

Nesse tempo muita coisa aconteceu e foi noticiada, como também deu pauta para os usuários das redes sociais, como Facebook e Twitter, com muitas idiotices por aí afora, Deus nos acuda. Mas o território é livre e frequenta quem quer. As amizades é que devem ser selecionadas.

Às vezes, quando estou de saco cheio, dou um tempo sem visitas frequentes. Não gosto, por exemplo, de ideologias fanáticas, doentias e cegas. Nem de direita, nem de esquerda! Tá ligado? Sou moderado em tudo, ando com um pé na frente e outro atrás como tática para recuar ou avançar.

O Brasil é o mesmo, nada mudou até aqui. Cada vez mais se descobre corrupção na política e no meio empresarial. Até quando? Creio que precisamos de uma revolução mental, que começa dentro de nós, para mudar isso, a partir destas gerações atuais.

Mas a mudança só virá mesmo com o tempo, talvez só as futuras gerações viverão um Brasil melhor se nós lutarmos por isso. Caso não, vão viver na mesma que nós, com a herança maldita deixada. Coitado dos nosso netos se assim for! Vamos ser otimistas e trabalhar por nova vida.

O mais desafiador que temos pela frente são as eleições gerais de 2018. Até aqui, sem uma renovação do quadro nacional de políticos partidários. Precisamos de gente nova, confiável, que lute pelo país sem os vícios de hoje. No mais, prometo voltar ao espaço aqui, assim que tiver algo a dizer. Até!!! 

Frustração tributária

Acredite se quiser, mas a reforma tributária ainda está entre as reformas do presidente Michel Temer, que talvez não consiga aprovar nenh...

MAIS VISITADAS