quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sobrivivência na crise

FEIRA Dinheiro do INSS movimenta economia
Diante de um quadro de seca, crise econômica e desemprego, a Previdência Social é quem salva a economia dos municípios brasileiros em Estados como o Rio Grande do Norte.

Basta dizer que em 2015, o INSS injetou R$ 5,7 bilhões para pagamento de benefícios dos aposentados e pensionistas da Previdência Social no RN, segundo a comunicação social do instituto no Estado.

No total, a Previdência transfere, mensalmente, R$ 37 bilhões para os municípios brasileiros. É reconhecido que esse montante movimenta a economia, evitando sobretudo o êxodo rural para as cidades maiores.

terça-feira, 28 de junho de 2016

É São Pedro, gente!

joseaeciocosta.blogspot.com

Estamos aí na véspera do São Pedro. O dia mesmo é 29 de junho, quando são realizados os últimos arraiais dos festejos juninos. Vamos, portanto, aproveitar a boa canjica, a pamonha e o milho assado ou cozido.

Depois a gente vai pra balança e vê quantos quilinhos ganhou para descontar correndo na esteira dos exercícios físicos da semana. Se bem que, comendo pouquinho, não altera muito a dieta do emagrecimento.

O São Pedro e o São João são as maiores festas juninas do Nordeste. Hoje a tradição embora se mantenha, já não é tão forte como no passado das fogueiras de lenhas interioranas.

Fogueiras ou lanternas com cores festivas eram vistas em frente às casas lá no interior nordestino, quando a criançada se divertia em meio à queima de fogos juninos.

Existiam alguns fogos são para crianças vendidos em barracas de ambulantes nas feiras livres, como hoje ainda é encontrado, até mesmo em locais das grandes e pequenas cidades.

São os traques, chuvas de prata, estrelinhas e chumbinho junino, por aí, que faziam a alegria da garotada. Ah, que tempo bom que se foi de uma festa matuta inesquecível.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Guerra surda

 joseaeciocosta.blogspot.com

 Às vésperas das Olimpíadas 2016 no Rio, a cidade carioca e seu entorno sede das competições convive em seu dia a dia com o recrudescimento da violência desumana, cruel e endemoniada.

Uma médica ao deixar seu plantão e se dirigir para casa, depois de cumprir seu ofício em unidade de saúde, é atingida mortalmente por assassinos (ou assassino) na perigosa e denominada Linha Vermelha.

Região urbana onde um PM já havia sido assassinado na mesma semana. O PM Denilson Theodoro de Souza e a médica Gisele Palhares Gôuvea são vítimas da violência urbana desenfreada.

Esse é o retrato da insegurança que toma conta das cidades brasileiras, sob o avanço das drogas nocivas que destrói famílias, ceifa vidas e impõe o medo de se andar sobretudo nas grandes cidades.

Natal, no Rio Grande do Norte, vive o mesmo drama da violência dos tempos atuais, com vidas indefesas perdidas para a criminalidade das ruas, vias e locais tomados por essa guerra surda.

Volta às postagens

Hoje retomo as atividades do blog interrompidas na semana passada em razão de problemas técnicos nos computadores que trabalho as postagens. Nada que não possam ser contornados.

São postagens diárias que faço de segunda a sexta-feira, focando algum assunto em pauta que me chega por e-mail, em meus contatos, andanças ou pela mídia em algum meio de comunicação.

terça-feira, 21 de junho de 2016

Cadê o dinheiro do 13º?

joseaeciocosta.blogspot.com

Em dificuldades nas finanças do Estado em decorrência da crise econômica que está levando governos estaduais e, sobretudo, prefeituras municipais à bancarrota, o governo do Rio Grande do Norte já anunciou a falta de recursos financeiros para pagar o adiantamento do 13º salário dos servidores.

O adiantamento é uma prática comum que vinha sendo feita há vários governos, sempre em junho, próximo aos festejos juninos, quando era adiantado 40% desse salário adicional do ano. Com a crise, no entanto, neca de pitibiriba. Não vai ter dinheiro para o funcionalismo público estadual que já recebe com atraso.

Essa medida do governo Robinson Faria (PSD/RN) sobrou também para o comércio varejista, que enfrenta período de vacas magras com queda nas vendas. Os 40% do 13º salário sempre foi adiantado até o dia 20 de junho de cada ano, enquanto os 60% restantes pagos até 20 de dezembro.

O governo do RN informou que pagará todo o 13º salário até lá, honrando o compromisso de fim de ano. Sei não, pode até ser. O difícil, contudo, vai ser pagar também dezembro no mesmo mês. Quem viver, verá!

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Semanas juninas

IGUARIAS  Cuidado com o apetite
joseaeciocosta.blogspot.com

Entramos nas semanas das festividades juninas, sobretudo no Nordeste. Esta semana é a do São João, que cai na sexta-feira (24/6). As festividades geralmente ocorrem logo na noite da véspera, dia 23.

Na semana seguinte é a do São Pedro (29/6), mas também com muita comemoração na véspera. Isso quer dizer que são semanas de muita comida típica da época engordativa, para quem faz dieta de emagrecimento.

Canjica, pamonha, arroz doce, milho assado e milho cozido são as principais nas mesas juninas, mas existe uma variedade grande que pode ser vista nesta época do ano para se degustar, além do quentão, bebida bem tradicional para esquentamento da festa.

Daí academia de ginástica nenhuma vai resolver os exagerados na comilança. As nutricionistas estão aí dando entrevistas recomendando que é preciso parcimônia na dieta e comer pouco de cada iguaria.

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Tudo dominado!

joseaeciocosta@blogspot.com

Seria risível se não fosse verdade – diz ditado bem conhecido publicamente. Pois é, policiais militares são trancados, enquanto assaltantes arrombam caixa eletrônico do Bradesco no município de São José de Mipibú, região metropolitana de Natal.

Não bastassem as constantes fugas de presidiários aqui no Rio Grande do Norte, que já levaram às ruas em torno de 250 condenados, agora mais essa para ridicularizar o policiamento no Estado.

Daí vem a insegurança em relação à criminalidade, uma vez que não se tem nem sistema prisional seguro no RN, nem muitos menos efetivos policiais à altura do que se exige para combater a bandidagem. Seja na capital, seja no interior do RN, a situação é por demais preocupante.

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Práticas apelativas

joseaeciocosta.blogspot.com

O Brasil da hiperinflação já vai longe, sim, mas temos hoje um país de juros exorbitantes, uma espécie de agiotagem oficializada, pois é consentida sem limites nos dias atuais, aproveitando-se da crise econômica.

Pois é, levantamento realizado com 20 instituições financeiras, em pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), revela que as práticas de concessão são apelativas.

Na verdade, esses abusos expõem consumidores ao risco de superendividamento. Trata-se de serviços bancários em ofertas de crédito no mercado financeiro.

O estudo, realizado entre os dias 20 de março e 27 de abril, constatou juros cobrados em crédito para pessoas negativadas, quer dizer endividadas, que vão até a loucura de 919% ao ano.

Tal facilidade de obter empréstimo, inclui consumidores inadimplentes na praça e inscritos em cadastros de restrição, que conseguem esse crédito sem burocracia e com promessa de solução das dívidas.

quarta-feira, 15 de junho de 2016

O varejo na crise

SUPERMERCADO Vendas
 joseaeciocosta.blogspot.com

No impacto que a crise econômica vem provocando nas atividades produtivas do país, temos três notícias que dá  a dimensão da situação. Uma notícia positiva: o aumento de 0,5% das vendas em abril sobre março.

Outras duas notícias ainda negativas: o recuo do comércio em um ano chega a 6,7%; e as vendas do Dia dos Namorados, 12 de junho, caíram 9,5%, considerada a pior taxa desde 2006.

Influenciaram para a melhora nas vendas, os setores de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; também artigos de uso pessoal e doméstico; além de tecidos, vestuário e calçados.

terça-feira, 14 de junho de 2016

Salários: atraso e sem reposição

joseaeciocosta.blogspot.com

Trabalhadores estatutários e celetistas que estão tendo seus salários pagos com atraso, como é o caso dos servidores estaduais do governo do Rio Grande do Norte, arcam com o peso da crise do Estado.

Basta um raciocínio simples para constatar as consequências danosas ao rendimento do funcionalismo de faixas salariais mais baixas, sem gordura para uma economia de fôlego que chegue até o fim de cada mês.

Além de não terem a reposição de direito das perdas anuais com a inflação, esses funcionários por não receberem em dia, pagam mais juros e multas por atrasos de compromissos financeiros.

Aí entra cartões de crédito com juros estratosféricos, uso do cheque especial incorporado ao salário, bem como pagamento de contas de luz, telefone e água. Assim vai a sua via crucis.

Quer dizer, não bastasse o achatamento salarial de anos que servidores estaduais estão tendo a cada governo que entra e sai, o retardamento no calendário de pagamento faz com que pague mais juros e multas.

Então, é claro, ele (ou ela) perde duas vezes: a primeira quando não recebe no mês, e a segunda pelo descumprimento do governo de não repor perdas inflacionárias. Aumento mesmo de salário nem pensar.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Baixo astral brasileiro

joseaeciocosta.blogspot.com

Ando tão desanimado com o que ocorre no Brasil, que sequer estava dando atenção para os jogos da seleção brasileira em competições. Mas nesta segunda-feira (13), meu Santo Antônio!, soube do pior.

Falo da derrota que sofremos neste domingo (12) à noite, que eliminou nossa seleção da Copa América, pelo placar Peru1 x 0 Brasil, em jogo lá nos Estados Unidos.

Na disputa da estreia, o Brasil contra o Equador já havia conseguido um sofrido empate sem gols. Desta vez ao perder foi a gota d'água. Mais uma decepção.

Assim como na política, em que se busca um presidente da República que consiga acertar nas aspirações do povo brasileiro, também estamos a precisar de uma seleção de jogadores à altura dos desafios em campo.

Pelo visto, a seleção de Dunga ainda é pouco confiável para grandes disputas nos gramados.

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Sob o domínio do medo

joseaeciocosta.blogspot.com

Impressiona o domínio da criminalidade em cidades do porte de Natal que chega ao ponto de fechar loja em bairro nobre por não suportar mais tantos assaltos e insegurança a qualquer hora do dia ou da noite.

Foi assim esta semana com a Magic Games, conhecida loja de jogos eletrônicos, em seu endereço da rua Olinto Meira, no bairro Barro Vermelho, região leste nobre daqui de Natal.

Depois de mais de dez assaltos, a loja fechou as portas no local, após 24 anos em atividade, em razão da insegurança e prejuízos incontáveis a cada assalto ou arrombamento.

Nem mesmo os cuidados de segurança para  manter a loja livre da violência, fizeram seus sócios conseguirem evitar assaltos, como o que ocorreu dia 24 de maio, em plena luz do dia.

"Nossos funcionários e clientes foram expostos a um risco absurdo, sob a mira de armas de fogo, enquanto produtos e equipamentos eram retirados da loja", diz comunicado da empresa.

Dada tal situação, os sócios decidiram manter apenas a loja aberta no Shopping Cidade Jardim, zona sul natalense, como único endereço para a clientela.

Muito triste  esse clima preocupante que Natal  convive hoje em dia, sem dúvida com raízes fincadas no tráfico de drogas ilícitas que toma conta das grandes e pequenas cidades.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

O mínimo do Dieese

CESTA Já custa R$ 337,49 em Natal
joseaeciocosta.blogspot.com

Estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) nos diz que, considerando os valores de maio de 2016, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatros pessoas deveria equivaler hoje a R$ 3.777,93.

Essa estimativa corresponde a quatro vez mais o salário mínimo brasileiro vigente de R$ 880. Imaginem, com base nesse contexto, que há categorias de funcionalismo público do Rio Grande do Norte, que não recebem sequer a reposição de perdas inflacionárias do ano, mesmo isso sendo garantia constitucional.

Entra governo e sai governo e a cantiga da perua é uma só – como diz o ditado popular. Daí movimentos sindicais de servidores estaduais do RN justificam as mobilizações que darão início às greves.

Mas o salário mínimo nunca deixou de servir de indicador para aumento de preço nos supermercados. Dezessete das 27 capitais brasileiras registraram aumento no preço da cesta básica em maio. Em Natal, o preço dos produtos da cesta subiu para R$ 337,49, deixando de ser a menor em valor no país.

terça-feira, 7 de junho de 2016

Turismo: pode isso?

joseaeciocosta.blogspot.com
 Foto de Canindé Soares
FORTE Visitado por turistas


Leio a notícia e fico indignado com tal situação, em que turistas que vêm a esta capital nos visitar é assaltado quando se dirigiam ao Forte dos Reis Magos na tarde do domingo recente.

Assaltantes levaram joias e dinheiro dos nossos visitantes e ninguém havia sido preso, segundo a notícia.

Fico indignado porque como pode uma área tão visitada por turistas que visitam Natal esteja despoliciada a ponto de ocorrerem assaltos e mais num domingo, dia de muitas visitas?

Como se quer promover nosso turismo lá fora se não protegemos quem nos visita? Pode isso, prefeito Carlos Eduardo? Pode isso, governador Robinson Faria? Sei não...!
____________
Fonte: G1 RN  Turistas são assaltados a caminho da fortaleza dos Reis Magos em Natal

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Liberação de viaduto

OBRA Quando estava em serviços
joseaeciocosta.blogspot.com

Em tempos de notícias ruins, uma boa notícia aqui em Natal para se comemorar. Até que enfim, o viaduto do Baldo, depois de quase quatro anos interditado, vai ser liberado para o trânsito.

A partir de sexta-feira, dia 10, a obra totalmente reformada se integrará ao sistema viário da cidade, assim facilitando quem vem de bairros da zona sul em direção a bairros da zona leste natalense e vice-versa.

Isso quer dizer que não precisa mais, nesse caso, enfrentar o trânsito intenso passando pelo centro da cidade, para alcançar o bairro da Ribeira e até mesmo áreas da região central.

Basta pegar o viaduto do Baldo no sentido Ribeira, Rocas, Santos Reis, e em sentido oposto para alcançar bairros da zona sul, como Lagoa Nova, Candelária, Neópolis e Ponta Negra.

Obra teve custo de R$ 2,4 milhões incluídos todos os serviços de reforma, segundo prefeitura.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Desgaste nas mãos do vice

PROTESTO Segura vice Fábio Dantas
joseaeciocosta.blogspot.com
facebook.com/joseaecio
twitter.com/joseaecio

Enquanto o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD) viaja de férias com a família por estes dias, o primeiro grande protesto dos servidores estaduais contra atraso de salários caiu, coincidentemente, nas mãos do vice-governador Fábio Dantas (PCdoB).

Na manhã desta quinta-feira, 1º de junho, numa manifestação liderada pelo Fórum dos Servidores Estaduais do RN, que reúne Sinpol, Sindsaúde, Sinai, Sinsp, Sindasp e Aduern, o funcionalismo do RN saiu às ruas de Natal para seu primeiro grande protesto contra o atraso no calendário de pagamento do governo.

Além do pagamento da folha retardado, cada vez mais esticada e agora transferindo aposentados e pensionistas por últimos a receber, servidores reivindicam a garantia do 13º salário e a retirada da Assembleia Legislativa do Projeto de Lei da Previdência Complementar enviado pelo governo.

Coincidência ou não, o governador Robinson Faria só volta ao cargo nesta segunda-feira (6), quando começa o pagamento da folha de maio, que se estende até dia 11 de junho. Pelo visto, o pagamento estadual do governo Robinson é cada vez mais incerto.

Sindicatos como o Sindsaúde já tem indicativo de paralisação das atividades funcionais para o dia 22 de junho, na rede hospitalar do Estado e demais unidades de assistência estadual. Outras paralisações no Estado estão sendo preparadas deflagrando a temporada de greves no RN.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Desastre econômico

joseaeciocosta.blogspot.com
facebook.com/joseaecio
twitter.com/joseaecio

Sem dúvida o Brasil está jogado no fundo do poço, enfrenta um desastre econômico como nunca visto nas últimas décadas, depois de ter superado com o Plano Real a hiperinflação do governo José Sarney.

Alardeava a manchete do Globo.com desta quarta-feira, 1º de junho, nossa triste realidade dos dias de hoje: "Brasil é lanterna do crescimento mundial e perde até para Grécia".

É verdade, com retração de 5,4% no PIB (Produto Interno Bruto) do primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado, é a pior situação entre 31 países, segundo a Austin Rating, agência classificadora de risco de crédito.

Daí a quebradeira Brasil afora, com indústrias desempregando, lojas do varejo fechando, governo federal e Estados com arrecadações despencando, renda das famílias caindo, governos estaduais e prefeituras sem dinheiro para pagar funcionários e o país empobrecendo, com a violência aumentando.

Pior situação talvez só na Venezuela, onde a crise virou uma tragédia política e socioeconômica maior, basta acompanhar o noticiário internacional para constatar o desastre por lá.

O que fazer nesta hora? É melhor seguir o bordão daquela novela da TV Globo, em que o Juvenal Antena, em Duas Caras (2007) dizia: " Epa, Epa, Epa! Muita calma nessa hora!" É seguir em frente e buscar saídas. 

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Governo do RN faz marketing

GOVERNO Visita ao HMWG/Assecom
joseaeciocosta.blogspot.com
facebook.com/joseaecio
twitter.com/joseaecio

Enquanto o governador do RN, Robinson Faria (PSD) fez visita ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), em Natal, maior pronto-socorro do Estado, o que parece ser apenas jogada de marketing político para ganhar espaço na mídia local, servidores do Sindsaúde promete greve, dia 22 de junho, na rede hospitalar do Estado e demais unidades.

Essas visitas são de praxe de todo governo que assume prometendo mundos e fundos, no entanto, até hoje o principal  hospital de urgência e emergência do RN permanece com as mesmas dificuldades para atender a grande demanda que bate suas portas. Até quando?

Pior agora que servidores liderados pelo Sindsaúde anunciam paralisação de atividades funcionais, por falta de pagamento em dia e reposição de perdas de salários. O povo que precisa é quem sofre. Como se costuma dizer, governo só atende a ferro e fogo. 

REFRIGERANTE Ainda na dieta de muitos

Pensei que, com um batalhão de nutricionistas condenando os refrigerantes na dieta contra os males à saúde humana, os refrigerantes tives...