quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Comunicado do blog

Este blog está em recesso de fim de ano e só volta às atividades depois do Ano Novo. Até lá fiquem com Deus e até mais. Tenham todos um final de 2015 com paz, saúde e muita esperança em 2016 para suas realizações. É olhar em frente! Esperamos que o próximo ano seja de concretizações de sonhos que ainda não se realizaram ao longo de nossa vida.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Apesar da crise: boas festas

Deixe a política de lado por enquanto e se junte aos seus para a ceia natalina e boas festas! Hoje é véspera da maior festa cristã do mundo, celebrada em 25 de dezembro, e portanto merece uma trégua. Esqueça o ódio, o rancor e o ressentimento com quem não compartilha de suas convicções políticas e vá para a festa de sua família de espírito desarmado, leve e em paz. Fique longe das redes sociais e não aceite nenhum bate-boca mesmo que provocado. Afinal, a festa é nossa, é sua e é de quem quiser como diz o jingle da Globo, feita para comemorar o nascimento do Menino Jesus, que veio ao mundo para nos ensinar como viver. É uma data muito mais de reflexão do que mesmo de festa burguesa.   

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Luzes natalinas

PALÁCIO Felipe Camarão, sede da Prefeitura de Natal
Ano a ano o Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura de Natal, recebe uma iluminação feérica, que chama a atenção por quem passa próximo. A decoração de luzes em cores faz parte do projeto Natal em Natal que o município investe em programação para corresponder ao nome da capital que é o mesmo da maior festa cristã do mundo. Neste ano, a cidade ganhou um ciclo natalino rico em shows artísticos que se estende até depois do novo ano, tudo para natalenses se motivarem e turistas verem. Nem a crise econômica fez o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) recuar de seus propósitos. A noitada está garantida e haja festa por toda a cidade.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Chegou o verão!

Na semana natalina, entramos oficialmente no verão, quando os termômetros costumam ficar com temperaturas bem acima de 30 graus Celsius. E haja água mineral, água de coco, sorvete e roupas leves e curtas para amenizar o calor da estação. Por aí é um tempo de férias e recessos, sem que a crise econômica e política que o Brasil pena nos dê sequer um refresco. Pelo menos até aqui, tudo vai ficando para 2016, pois no horizonte não há sinais de arrefecimento nem na conjuntura econômica, tampouco na política. Quem acredita no novo discurso do governo Dilma Rousseff (PT) de casar ajuste fiscal com crescimento econômico? Na política, o impeachment vai seguir em frente num processo demorado e imprevisível.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Crime de responsabilidade

Afirmo que não é apenas disputa entre direita–esquerda, mas em defesa do país seja lá A ou B no governo. Como é que se comete irresponsabilidade fiscal e a presidente da República não é responsabilizada? Aliás, o que se vê é todos os presidentes brasileiros estarem a salvo de crimes cometidos. Ninguém sabe, ninguém viu nada. Tudo é feito por partido e partidários às escondidas do presidente ou da presidente que esteja no poder. Como pode? Ora, é lógico, se meu partido cometeu ilegalidades constitucionais, meus partidários, que idiota sou eu pra não saber de nada? Quem autorizou as chamadas pedaladas fiscais? Outra questão, ora se a Constituição permite impeachment, então, não existe golpe! Pelo contrário, golpe é sim não permitir o processo de impedimento, que pode ser questionado ao longo de seu curso.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Sem whatsApp

Bastou a notícia correr de que um juiz paulista havia suspendido o aplicativo whatsApp no Brasil por 48 horas, a partir desta quinta-feira (17), para que houvesse um levante de seus usuários em todo o pais, gente dos quatro cantos manifestando indignação e revolta pelas redes sociais com tal decisão. Passada amanhã nesse alvoroço todo, felizmente na parte da tarde a conexão estava já restabelecida com o aplicativo, para sossego de todos, por decisão de liminar concedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo que autorizou os provedores de internet reativar a rede de mensagens em todo o país. Hoje o whatsApp faz parte da vida das pessoas assim como o telefone móvel ou fixo. O juiz, seja por qual razão, decidiu mal e a reação foi geral.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

No ciclo natalino

Estão dizendo por aí que, por conta da crise econômica, a festa natalina deste ano vai ser só de frango e cerveja nas ceias. Nos presentes não se espera grandes coisas, no máximo mimos para não passar em branco, quando a família ou os amigos estiverem reunidos. Ora, se em pleno ciclo natalino, quando as pessoas recebem o 13º salário, a crise política e econômica movimenta o país e o impeachment está no centro das atenções, imaginem depois, quando o ano terminar e 2016 realmente começar! Nem precisam me falar! Este país vai pegar fogo com essa crise e a temperatura máxima do verão tropical.  

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Insegurança domina

QUE TAL Plaquinhas? 
A insegurança domina cada vez mais o cotidiano das pessoas em cidades como Natal. Imagine você o que é estar num ponto de ônibus à noite, ainda em horário noturno de aulas, de uma das avenidas mais movimentadas da capital potiguar, na avenida Engº Roberto Freire, zona sul, e de repente ser surpreendido por um arrastão. Foi o que ocorreu na noite de segunda-feira (14) com quem estava saindo de uma universidade e aguardava o ônibus. Seis assaltantes em três motocicletas apareceram e roubaram os pertences de suas vítimas. Outro dia foi numa cafeteria da região onde estavam umas 30 pessoas. Cruz-credo! Natal está infestada de bandidos!

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Aqui como lá

Ao ler a notícia de que o cantor e apresentador de programa na televisão Ronnie Von e sua mulher Cristina Von foram assaltados lá em São Paulo, capital, onde moram, quando voltavam para casa em sua BMW, logo vem a sensação que a insegurança no país aumenta cada vez mais e não estamos mais seguro em nenhum lugar. Tanto lá como aqui em Natal os problemas da violência urbana assustam. O apresentador teve seu carro bloqueado pelos bandidos armados que levaram tudo. Aqui, não se pode mais ir a um restaurante, cafeteria ou barzinho à noite porque em nenhuma parte ninguém se sente seguro. A ousadia dos criminosos extrapola o inimaginável.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Festas com crise

Em um clima de crise em que palavras de ordem de pró-impeachment, fora Dilma e fora PT ecoam nas ruas e praças, o Brasil segue sua História transportando a crise política e econômica que ganhou força em 2015  para 2016. E assim vamos nos aproximando das festas natalinas e do novo ano. É um período natural em que a crise é aliviada e o povo esquece um pouco seus problemas. Deixa tudo para depois, quem sabe, depois do carnaval que ainda vai chegar em fevereiro. Aí sim, passado todas as festas e feriadões, o povo se volta para a realidade e entra o ano político pra valer, com campanhas e eleições municipais mais adiante. O ano de 2016 deve ser decisivo: ou o Brasil entorta mais ou se endireita.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Pagando a conta

SAÚDE Bem que precisamos pagar
Apesar dos impostos, taxas e contribuições que pagamos, ainda somos obrigados a pagar pelos serviços e bens de saúde que usamos. Sim, refiro-me às famílias brasileiras que gastam mais do que o governo com saúde, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para se ter ideia, ao todo, em 2013, foram desembolsados por nós R$ 434 milhões de reais no país, informa o instituto.Como se diz por aí, aqui no Brasil continuamos pagando impostos de Primeiro Mundo para recebermos serviços públicos de Terceiro Mundo. Um dia, talvez, quando o mal da corrupção for extirpado, chegaremos lá. (Fonte: Com informações da CBN e foto da Agência Brasil)

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Caldeirão fervendo

DRAGÃO Cresce o pescoço
Uma mistura de crises política e econômica no caldeirão de Brasília faz o país chegar ao fim de ano de 2015 com rumo imprevisível. Por um lado tenta-se tocar a questão do impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), que em seu segundo mandato não conseguiu ainda governar em um ano. Por outro lado a crise econômica avança solta no galope como um animal sem rédeas, com um ajuste fiscal para freá-la empacado. Agora se sabe que a inflação acumulada em 12 meses chegou a 10,46%, o indesejado dois dígito, tornando-se a maior desde novembro de 2003, quando alcançou 11,02%.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Assim é o negócio

MELÃO Favorecido pelo dólar alto
Enquanto muitos têm sua vida dificultada pela alta do dólar, uns poucos se beneficiam dela. Estes são os exportadores de mercadorias para outros países, como os fruticultores potiguares do melão. Produtores têm se aproveitado do câmbio favorável para faturar mais. É sempre assim, como diz um velho ditado bem conhecido popularmente: não há um mal que não traga um bem. Se para a maioria a coisa é ruim na atual conjuntura econômica brasileira, por outro lado há aqueles que levam vantagem em seu negócio. Vender, por exemplo, uma caixa de melão com sete frutos que antes estava de US$ 7,50 e agora subiu para US$ 9,00 é de fato um bom negócio. Já quem depende de importações ficou pior.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Verão mais quente

Nosso planeta está ficando com os verões mais quentes. O calor agora permanece em nosso cotidiano sem trégua. Aqui em Natal, capital potiguar, já amanhecemos com sensação de temperatura de 29ºC, que quando estamos em ambiente fechado fica difícil não ter um ventilador ou ar condicionado por perto. Sair pela rua depois das 10h é quase insuportável em verões assim. E olha que oficialmente o verão de 2016 ainda nem chegou. Só lá para depois do dia 20 de dezembro é que entra a estação pra valer. Portanto, prepare a água para consumo, o protetor solar e a pouca roupa que vai usar porque a temperatura alta está apenas começando e em pouco tempo os termômetros vão começar a disparar. Andar por aí com uma água mineral na mão mata a sede e refrigera o corpo por dentro. Uma parada para uma água de coco geladinha ou um sorvete também faz bem.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Carnatal em nova realidade

É bem verdade que a micareta natalense, denominada de Carnatal, resiste há 25 anos, com a realização desta recente que começou na quinta-feira (3 de dezembro) e foi até este domingo (6). Mas é verdade também que a micareta encolheu e já não é a mesma dos tempos em que estava no auge e era a maior do Brasil. Não, o Carnatal se adapta a novos tempos no largo do Estádio Arena das Dunas, local de multiuso, se bem que na mesma área das monumentais micaretas de antes. No entanto, dado o conjunto de obras realizado ali, o Carnatal passa por adaptações e agora é realizado com shows artísticos, sem o numeroso público das micaretas de antigamente. É assim que resiste enquanto outras micaretas sumiram.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ninguém larga o osso

JÂNIO QUADROS Único que renunciou
O mais incrível no Brasil a meu ver é que por aqui ninguém está disposto a largar o osso, como se diz de forma popular. Mesmo que o país, digamos, descambe para uma situação de ingovernabilidade, parece que não há na política brasileira o que se chama hombridade para reconhecer tal situação e pelo bem da nação e felicidade geral renunciar o cargo, diante de evidências que se constate. Exemplos do momento: a presidente Dilma Rousseff (PT), que quando marcha para os microfones parece ir para uma luta no ringue, e o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com seu ar desaforado. Só temos notícias mais marcantes de três presidentes da República: um se matou (Getúlio Vargas); outro renunciou (Jânio Quadros) e o terceiro sofreu impeachment (Fernando Collor de Melo).

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Afinal, quem mentiu?

Resultado de imagem para palacio do planaltoA crise ferve em Brasília depois de aceito pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Agora se quer saber quem afinal mentiu, depois da troca de acusações entre Cunha, que disse nesta quinta-feira (3) que a presidente Dilma mentiu à nação em seu pronunciamento na quarta-feira (2), e o ministro Jaques Wagner, da Casa Civil, que saiu em defesa da presidente, afirmando que quem mentiu foi Cunha. Dilma negou que jamais faria barganha, sobre o caso dele no Conselho de Ética. De acordo com Cunha, ela propôs que, em troca da aprovação da CPMF, o PT votasse a favor do presidente da Câmara no Conselho de Ética.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Crise: de pior a pior

DESEMPREGO Efeito da recessão no país
Ouvi nesta quarta-feira (2) a jornalista Mírian Leitão, da TV Globo, dizer que o Brasil ainda não chegou ao fundo do poço nesta recessão econômica, porém anda muito próximo a isso. A crise é grave e cada vez mais se aprofunda. O PIB (Produto Interno Bruto) bateu em -4,5% no terceiro trimestre de 2015, comparado ao mesmo período de 2014. O pior é que medidas de ajuste fiscal impopulares de que o país precisa, para tentar equilibrar as contas do seu Orçamento, na verdade o governo Dilma Rousseff (PT) dá sinais evidentes de falta de credibilidade para seguir em frente. É preciso um governo em que o país tenha confiança. Os 12 anos de avanços socieconômicos que os governos petistas construíram estão sendo descontruídos agora.

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Inframérica aponta Natal

HUB Menghini no centro de terno claro
Se dependesse de decisão do Consórcio Inframérica Aeroportos, o Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, seria escolhido entre seus concorrentes (Fortaleza e Recife) para a instalação do hub – a central de conexões aérea que a Latam (companhias Lan e Tam) pretende construir no Nordeste. Foi o que deixou claro o presidente executivo da Inframérica, José Luís Menghini, que participou nesta segunda-feira (30) do evento "Debatendo um novo RN", promovido pelo Novo Jornal, em salão do hotel Holiday Inn, em Natal. Por se tratar de empreendimento aeroviário privado, a decisão é exclusivamente da Latam, que deverá anunciar no primeiro semestre de 2016.

Frustração tributária

Acredite se quiser, mas a reforma tributária ainda está entre as reformas do presidente Michel Temer, que talvez não consiga aprovar nenh...

MAIS VISITADAS