segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Divisão de Homicídios

É importante, sem dúvida, que venha logo a Divisão de Homicídios que o governo do Rio Grande do Norte anunciou que vai criar para combater o crime. Nunca se viu nas estatísticas tantos assassinatos impunes a precisar de investigação e uma atenção maior para se saber o que está acontecendo. A sociedade clama por ações mais eficientes com respostas rápidas para barrar o crescimento da criminalidade na capital e cidades do interior. A Divisão de Homicídios vai dar ao Estado uma estrutura maior de delegacias de polícia especializadas para investigar e ficar aos seus cuidados esse tipo de ocorrência policial, que está a tirar o sossego de pessoas do bem, a paz das famílias e a tranquilidade da sociedade.

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Alvos fáceis da bandidagem

CAIXAS ELETRÔNICOS Ações de criminosos no país
A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do RN está perdendo a guerra para os criminosos que agem na calada da noite e madrugada dinamitando caixas eletrônicos de agências bancárias nos municípios do interior e até da capital. Na madrugada desta sexta-feira (27) foi a vez de São Rafael, na microrregião do Vale do Açu, tendo como alvo uma agência do Bradesco e outra dos Correios. Os criminosos não dão sequer tempo para a polícia se refazer de suas ações, pois na quinta-feira já haviam feito o mesmo em agências de município do Agreste Potiguar. 

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Bomba política

NO BOTEQUIM Não se fala de outra coisa
Um senador em pleno exercício de mandato preso no Brasil é fato inédito, segundo repercutiram as notícias no país depois da prisão pela Polícia Federal do senador Delcídio Amaral (PT-MS), líder do partido do governo, e ainda mais levando com ele um banqueiro, André Esteves, dono do BTG Pactual. Ambos acusados de atrapalhar as investigações da operação Lava-Jato, tentando comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, um dos delatores do caso do Petrolão, que se encontra preso. A notícia correu país afora como rastilho de pólvora, e está na conversa de aposentados, da fila de ônibus e até do botequim da esquina.

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Governo do retrocesso

Por conta da crise econômica que ferve Brasil afora, o governo Dilma Rousseff (PT) já estuda adiar o reajuste do salário mínimo e dos servidores públicos, dando outro passo para trás. O reajuste do mínimo não seria mais em janeiro e sim em maio como era antes do governo atual. Já o reajuste dos servidores passaria de agosto para dezembro. Tudo para compensar a queda de receitas diante da recessão econômica que vive o país e para tentar cumprir a meta do superávit fiscal no ano que vem. Estamos numa nau à deriva sem encontrar ainda rumo certo. Em que porto seguro iremos ancorar?

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Crise impede liberação de viaduto

OBRA Sem fim definido
A crise econômica do governo Dilma Rousseff (PT), que se abate sobre o país, reflete em governos estaduais e municipais, enfim, em todo o poder público e na iniciativa privada. Com uma sequência de adiamentos que tem tirado a paciência dos natalenses, a obra de recuperação do viaduto do Baldo, em Natal, que já dura mais de três anos, vai ter a entrega adiada outra vez porque falta dinheiro à prefeitura para honrar seus compromissos com a empresa contratada. A liberação do viaduto estava prevista para dezembro agora, mas a crise alterou mais uma vez o cronograma de entrega. Pior: agora nãose  tem mais data para a liberação do viaduto. 

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Quem te viu, quem te vê

PETRÓLEO Explorado em alto mar
Começo a semana, a última deste novembro quente para chegarmos a dezembro, impressionado com a notícia que leio: a Petrobras é hoje uma das empresas mais endividadas do mundo. Pelos céus, o que fizeram dessa forte empresa estatal brasileira nos últimos governos, é inimaginável! Essa companhia era no passado recente uma fortaleza econômica da qual todos nós brasileiros nos orgulhavámos. Hoje para sobreviver está até a precisar de aporte de recursos do governo deficitário que encontra dificuldades para ajudar. Por isso, talvez, o ministro Joaquim Levy afrme por aí que não vê necessidade por enquanto desse aporte. A roubalheira chamada de Petrolão acabou com nosso grande orgulho.Que pena!

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Contradições brasileiras

Brasil é mesmo um país de grandes contradições, injustiças sociais e exceções. É assim: pra uns tudo pode, enquanto pra outros não pode porque a lei não permite. O Congresso acaba de barrar um reajuste de aposentados de todo o país vinculado ao salário mínimo porque a presidente Dilma Rousseff (PT), partido dos trabalhadores, (imagine!), vetou em seu pacote do ajuste fiscal. No entanto, de ministros do Supremo a tribunais estaduais tudo é possível, qualquer aumento salarial, exceto funcionários do Judiciário que tiveram também reajuste vetado pelo mesmo pacote do ajuste fiscal e pelos parlamentares do Congresso. Aqui no Rio Grande do Norte, segue a regra lá de cima. Funcionários públicos do Estado de outras categorias ficam quatro anos sem reajuste salarial, porque todo governo justifica que não pode reajustar salários, para não descumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Francamente, quanta injustiça e falácia. 

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Violência na Grande Natal

A sensação para a população da Grande Natal é que a insegurança se mantém na região sem que o crime tenha sido combatido de maneira satisfatória e da forma como anunciou o governador do RN, Robinson Faria, quando em campanha eleitoral, afirmando que seu governo seria o da "segurança pública" contra a criminalidade. Falta muito ainda para que os índices de criminalidade no Estado e na região metropolitana potiguar nos convença disso. A comunidade do bairro de Emaús, em Parnamirim, que o diga, assim como de muitos outros bairros de municípios circunvizinhos. Falta polícias (Civil e Militar) e estratégias para combater a bandidagem. Até em pontos de ônibus moradores são atacados logo cedo da manhã.

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Endividamento na crise

Andei ontem (segunda-feira 16) ocupado com outros afazeres e não tive tempo para dar minha notinha do dia. Mas hoje estou de volta depois do fim de semana. Pasmem vocês! Nós aqui do Nordeste brasileiro, com 24% dos inadimplentes, ocupamos a segunda colocação em endividamento no país, reflexo da crise econômica pela qual vive hoje o país. Enquanto nada menos que 45% dos endividados estão concentrados na região Sudeste, conforme levantamento da Serasa Experian, divulgado pelos meios de comunicação. Um dado interessante é que o Nordeste é a única região em que as mulheres contraem mais dívidas que os homens.No geral, são 57,2 milhões de consumidores que têm dívidas em atraso no Brasil. O aumento do consumo neste fim de ano pode aumentar esse total. 

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

O etanol sem vez

Pra que serve mesmo carro flex (bicombustível) no Brasil? Leio uma notícia que diz assim: "o etanol deixa de ser a melhor alternativa para abastecer o carro em quase todo o Brasil". É verdade, faz tempo que eu passo no posto de combustíveis e nem olho para o preço do etanol. Prefiro mesmo a gasolina, apesar de cara. Sigo o que dizem os entendidos: o etanol é mais vantajoso quando o preço fica abaixo de 70% do valor da gasolina, o que hoje, segundo a notícia, só ocorre em Mato Grosso. Não é só eu que fico com a opção da gasolina, a rigor, é quase todo mundo que possui carro flex gasolina/álcool.

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Feijoada dos Amigos

É sábado (14) a partir do meio dia, o encontro dos Amigos para Sempre afonso-bezerrenses e companhia na grande mesa da Feijoada de novembro 2015, lá no Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, aqui na Grande Natal. É imperdível porque vai rolar muita conversa, forró do bom, abraços e muita diversão. É o terceiro ano da nossa feijoada que também realiza anualmente a Festa dos Anos 60, já realizada este ano em 26 de setembro, com sucesso total e organização de primeira. Vem gente de toda parte, até quem mora em outros Estados. Vamos lá!!! 

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Congresso de Neuropsicologia

KATIE Convida
Entre a quinta-feira (19) e o sábado (21) agora de novembro, a cidade de Natal vai ser sede  do  Congresso Brasileiro de Neuropsicologia. São dois importantes eventos realizados simultaneamente, tendo como local o Praiamar Natal Hotel & Convention, em Ponta Negra, zona sul. Trata-se do 14º Congresso Brasileiro da SBNp  e do 2º CoNeD. Traduzindo: SBNp quer dizer Sociedade Brasileira de Neuropsicologia, e CoNeD é o Congresso de Neuropsicologia do Envellhecimento e Demência.“Este ano, pela primeira vez, o Congresso Brasileiro da SBNp sairá do eixo Sudeste para o Nordeste para estimular os tímidos serviços de Neuropsicologia, grupos de pesquisa e laboratórios a se multiplicarem”, diz Katie Moraes de Almondes, representante regional da entidade nacional.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Ranking dos aeroportos

PRECISA Melhorar lojas, táxis e lanchonetes
Natal, capital do RN, vai bem em seu novo aeroporto na região metropolitana, segundo avaliação de passageiros dos 15 aeroportos de todo o Brasil que movimentam 80% da maior demanda de passageiros. Ficou em 4ª lugar na classificação do ranking do país, com nota de 4,36% de satisfação geral dos usuários na pesquisa da Secretaria de Aviação Civil, empatado com o aeroporto de Campinas (SP). Entre seus concorrentes para sede do centro de conexões aéreas (hub) da Latam, a capital potiguar perdeu para Recife (nota 4,39), terceiro mais bem avaliado, e ganhou para Fortaleza (média 4,19) que ficou em 7º lugar. Contudo, o Aeroporto de Natal precisa melhorar seu foco em indicadores de baixa avaliação, como quantidade e qualidade das lanchonetes, dos estabelecimentos comericiais e quanto a disponibilidade de táxis também. Curitiba (PR), média 4,51, permanece com o aeroporto melhor avaliado e depois Guarulhos (SP), média 4,41. 

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Brasil inseguro

Infelizmente a violência contra a mulher persiste mesmo com a Lei Maria da Penha. O Brasil está entre os cinco países com mais assassinatos de mulheres, segundo o Mapa da Violência produzido pela Faculdade Latino-Americana divulgado pela mídia nacional. O pior desse relatório é que a lei que pune crimes contra mulheres não conseguiu reduzir os índices de criminalidade. Basta dizer que, entre 2006 e 2013, houve aumento de 18,4% no total de homicídios. Ranking indesejável para o país, que se mantém fraco no combate a violência nos Estados e, particularmente, nas regiões metropolitanas.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Sem ter onde cair morto

Conversei com corretores de planos de saúde e fiquei impressionado com as exigências que a Unimed Natal faz atualmente para aceitar adesões individuais ou de casais com mais de 60 anos. Primeiro, a pessoa terá que passar por uma perícia médica para detectação de doenças preexistentes. Isso pode ser uma hipertensão ou diabetes, doenças leves controladas. Segundo, a operadora do plano impõe uma carência de dois anos sem consulta médica e exames laboratoriais. O pretendente beneficiário (ou beneficiária) apenas será atendido em casos de urgência e emergência. Terceiro, o valor da mensalidade não é nada acessível. O casal paga, na modalidade de plano integral nada menos que R$ 2.500. O valor sofre aumentos anuais. Se for opção coparticipativo você pagará menos, porém quando tiver direito a consultas e exames, portanto, depois de dois anos, participará com cerca de 30% do valor da consulta ou exame. É um desrespeito flagrante aos mais velhos. Pode isso, Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)?  

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Coisas brasileiras

Faz já uns meses que o Banco do Brasil mantém sem colocar para funcionar uma nova agência bancária que construiu ali à margem da BR 101, em frente ao bairro de Neópolis, zona sul, aqui em Natal. Por sinal é vizinha a uma da Caixa Econômica Federal que abriu no local e foi construída no mesmo período. Por que ainda não está operando como a da CEF? Ninguém sabe e não se tem notícia sobre a razão de mantê-la fechada esse tempo todo. Não me diga que falta dinheiro para terminá-la, pois, nesta crise econômica só quem nadam em dinheiro são os bancos. 

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Cesta dispara em Natal

SUPERMERCADO Pegue leve
O custo da cestá básica de outubro em Natal corresponde ao segundo maior do país. Só foi menor do que o de Brasília, cidade dos endinheirados. A crise levou a uma variação de 0,97% na capital potiguar, enquanto em Brasília atingiu uma alta de 2,10%, conforme apurou o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que incluiu 18 cidades brasileiras. O consolo é que, apesar desse aumento numa cidade de salários baixos e poucos empregos, o custo médio total em Natal ainda é o segundo menor do Brasil, informa o Dieese.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Os donos do dinheiro

Basta um exemplo para se saber quem lucra com a crise econômica que todo o Brasil atualmente  sofre as consequências. O Itaú Unibanco comemora lucro líquido de R$ 5,94 bilhões no terceiro trimestre deste 2015, um aumento de 10% em relação ao mesmo período de 2014, mesmo com a recessão e o desempenho fraco do crédito. Tudo isso é resultado da margem maior de ganho com os empréstimos, bem como receitas crescentes com serviços bancários e aplicações financeiras, segundo especialistas. Só mesmo no Brasil e num governo que se diz do Partido dos Trabalhadores – ou dos Banqueiros?

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Baixo astral brasileiro

EXPORTAÇÕES Ritmo brasileiro diminui 
Já estamos bem pertinho de 2016, porém o Brasil parece viver mesmo um baixo astral no governo do PT. Nem as exportações, favorecidas pela alta do dólar, andam tão bem. A recessão global estaria atrapalhando o ritmo crescente do comércio exterior do país, agora com menor demanda. Na verdade, já há quem espere uma queda nas exportações para 2016, segundo O Globo on-line noticiou. Apesar do ritmo menor, o recuo nos preços das commodities (produtos in natura) devem segurar um crescimento maior.

REFRIGERANTE Ainda na dieta de muitos

Pensei que, com um batalhão de nutricionistas condenando os refrigerantes na dieta contra os males à saúde humana, os refrigerantes tives...