quinta-feira, 30 de abril de 2015

Andar de Frescão

Andar de "Frescão" em Natal não vai ser fácil! A estimativa é de que o preço da passagem passe dos atuais R$ 2,35 para algo em torno de R$ 4, aumento de 70% na tarifa. É isso aí, segundo a Fetronor (Federação das Empresas de Transportes do Nordeste) que fez os cálculos.

Frescão, para quem ainda não sabe, é o apelido dado por cariocas para o ônibus de linha urbana que dispõe de aclimatização interna e garante um ambiente sempre fresco, mesmo em dias quentes. Um exemplo é o da foto desta nota.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Agora é lei municipal

Agora que saiu a regulamentação da lei municipal que proíbe o trânsito de caminhões nas ruas e avenidas de  tráfego intenso em Natal, é de bom senso que caminhões-pipa sejam impedidos de regar canteiros centrais de plantas em horários de trânsito, ocupando uma faixa e atrapalhando o fluxo de veículos.

É o que ocorre muito aqui em Natal em avenidas como a Hermes da Fonseca e Prudente de Morais, o que termina por reter e afunilar a passagem de carros em horários de pico. Tipo o que vemos na foto ilustrativa desta nota, tomada como exemplo.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Cadê essas obras?

Outro dia A Voz do Brasil noticiou que o PAC, Programa de Aceleração do Crescimento, voltado para a saúde pública, já investiu em torno de R$ 4,7 bilhões em unidades básicas de saúde, as UBS, e unidades de pronto atendimento, as UPAs. Bom, muito bom!

Mais ainda: a maior parte das unidades já está em obras ou estas foram concluídas. É, pode ser. Porém não é essa maravilha que dizem da saúde pública por aí em cidades brasileiras.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Insegurança sem freio

As consequências de mais de 60 presos que escaparam em duas fugas da maior penitenciária estadual do
Rio Grande do Norte já dá sinais de estragos pelo Estado afora.

Na semana passada tivemos homens armados em plena avenida de área nobre da cidade de Natal fazendo assaltos a condutores de veículos ao amanhecer do dia, ônibus de linhas urbanas assaltados por bandidos em regiões da capital e, em Mossoró/RN, escolas invadidas por criminosos.

Tudo isso em horários comuns de movimentação, seja cedo da noite, seja à luz do dia.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

De nada adianta

Creio que, como diz a velha expressão, de nada adianta "tirar o sofá da sala" para dizer que se faz alguma coisa, sem resolver de fato o problema. Eu me refiro à crise do sistema penitenciário potiguar.

A exoneração da diretora da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Dinorá Simas, a maior do RN e de onde já fugiram mais de 60 presos em duas fugas num espaço de menos de um mês, foi inoportuna.

Passou a impressão de que o governo atendeu aí a uma antiga reivindicação de presos rebelados em motins recentes, do que mesmo a justificativa de querer promover um rodízio entre diretores de presídios.
(Foto Divulgação)

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Crise? Que crise!?

Em 20 anos, verba para fundo partidário cresce 490%, noticiou O Globo em sua principal manchete desta quarta-feira, 22 de abril. Então, aumentou para R$ 867 milhões, dinheiro destinado aos partidos políticos.

Crise só existe mesmo para o povão, que rala por aí na luta cotidiana a fim de garantir o pão nosso e o leite das crianças, que sofre nas filas da saúde pública, não tem educação de qualidade, nem seguarança pública.

É na base do salve-se quem puder de cada dia, né não? 

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Casa do Estudante

As casas de estudante parecem que perderam em definitivo o apoio oficial com a interiorização do ensino médio e superior nos municípios potiguares.

Houve uma época no passado que eram mantidas por meio de convênios governamentais para abrigar estudantes secundaristas que vinham para a capital continuar seus estudos. Além dos convênios, os estudantes pagavam uma mensalidade à instituição.

Atualmente, sem ajuda oficial se tornam insustentáveis e vivem a maior crise de sua história. Que pena!

terça-feira, 21 de abril de 2015

Faltam acessos ao aeroporto

É sabido que o Rio Grande do Norte jamais terá condições de disputa, para receber o centro de conexões de voos de empresas aéreas, caso não conclua a tempo as vias de acessos ao aeroporto de Natal, em São Gonçalo do Amarante, município da região metropolitana. Esse é o desafio básico para o governo do RN entrar na disputa com Estados vizinhos, como Ceará e Pernambuco. Acessos sul e norte que já deveriam ter sido concluídos desde maio do ano passado, quando o novo aeroporto foi inaugurado em maio, antes dos jogos da Copa. (Foto do Arquivo JAC)

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Pernas pro ar

Para sufoco do comércio e indústria mais um feriadão entre tantos no ano. Depois da Semana Santa é o feriado de Tiradentes comemorado nesta terça-feira, 21 de abril.

Portanto, temos uma semana mais curta de dias úteis, de apenas três dias para quem segue o fim de semana de folga e só volta às atividades na quarta-feira (22).

Mas enquanto setores deixam de faturar por conta do feriado, o de serviços na área turística sai no lucro, com o turismo receptivo regional, que aproveita a demanda dos feriadões para engordar lucro.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Água mole...

POSSE Henrique Alves empossado por Dilma Rousseff
(Foto Agência Brasil/José Cruz)
Até que enfim, o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves é empossado ministro do Turismo pela presidente Dilma Rousseff (PT), que parecia resistir. Esperou, teve paciência, até chegar sua vez.

Bastou que o amigo do peito, o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), assumisse a articulação política do governo, para que ele tomasse posse nesta quinta-feira, 16 de abril.

em pedra dura 

Henrique, ex-presidente da Câmara dos Deputados, assume afirmando que sua tarefa principal é fazer do turismo uma agenda cada vez mais econômica, social e política, registrou a Agência Brasil.

Também promete ajudar o amigo, vice-presidente, na articulação política do Executivo com o Legislaltivo. 

quinta-feira, 16 de abril de 2015

A crise é braba

Nem o Pronatec – menina dos olhos da presidente Dilma Rousseff (PT) na campanha – escapa da crise. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego é levado de roldão nos cortes de recursos do governo, que pode atingir até 86% das vagas, noticiou a Tribuna do Norte.

Na Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Norte soube-se que o recuo ficou por aí. Entre 2011 e 2014, o programa matriculou mais de 100 mil alunos em municípios potiguares.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Direitos vulneráveis

O texto do Projeto de Lei 4330/04 que trata de terceirização, aprovado pela Câmara no último dia 8 de abril, trará, caso mantido em sua íntegra, profundas modificações no cenário trabalhista brasileiro, na visão do advogado Daniel de Castro Magalhães, sócio do escritório Portugal Murad – Direito de Negócios, em São Paulo, mestre em Direito do Trabalho.

"Não se pode dizer que a regra é necessariamente boa ou ruim, mas há sim potencial para vulnerabilizar direitos da classe trabalhadora", diz em nota de sua assessoria de comunicação e marketing.

terça-feira, 14 de abril de 2015

Talento Pernambucano

Pelo facebook,  o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) informou acerto que fez com o cantor pernambucano Alceu Valença para a participação na abertura do carnaval 2016 em Natal.

Carlos Eduardo conta que estava na companhia do secretário municipal de Cultura, Dácio Galvão, na livraria Argumento do Leblon, no Rio, ocasião em que se encontrou com Alceu e aproveitou para definir com o cantor sua vinda a Natal no carnaval do próximo ano.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Manhã do outono

A capital dos potiguares vista de cima de um edifício parece ainda mais bonita com o sol deste outono espalhando sua cor alaranjada sobre tudo que se vê lá embaixo. Natal que caminha para 1 milhão de habitantes cresce privilegiada pela natureza tanto para o alto como para os lados até seus limites. Aí eu estava no bairro do Tirol, zona leste natalense. Por aqui as construções, reformas e outros investimentos não param, ritmo característico das cidades em crescimento. Nela, seja dia, seja de noite, é envolvente sua beleza, cidade de domicílio desde a minha adolescência aos dias de hoje, para onde vim com a missão de estudar, conforme os planos de meus pais. De cidade provinciana na época, atualmente transformada em uma das quatro capitais do Nordeste brasileiro de destino turístico mais disputado. Viva Natal cidade, nome da maior festa cristã do mundo! (Foto JAC)

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Beco da Lama

O histórico Beco da Lama, no centro de Natal, poderia ser um lugar bem aprazível para atrair não só natalenses mas turistas que buscam curiosidades. No entanto, sem uma mãozinha do poder público torna-se um ambiente sujo, em vez de limpinho, com aspectos nada atrativos. Por lá, estive vendo, está tudo mal cuidado, com paredes sujas, lixo, calçadão sem restauração, automóveis insistindo em ter acesso e até estacionar numa ruazinha exclusiva para pedestres. Deveria até ser um cartão postal da cidade, no entanto, esse recanto de boêmios parece mais entregue ao abandono, indiferente a quem passa. (Foto JAC)

quinta-feira, 9 de abril de 2015

Cadê as chuvas?

INVERNO chuvas no RN ainda não são animadoras para uma boa safra
(Foto Divulgação da Assecom RN) 
As chuva desapareceram esses últimos dias no Rio Grande do Norte, de terça-feira (7) para cá. Aliás, poucas precipitações pluviométricas foram registradas em municípios potiguares no último fim de semana pela Emparn – Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN.

Foram chuvas sem médias e grandes precipitações, ficando aí em torno de 30 milímetros, alcançando apenas alguns municípios das mesorregiões Oeste e Central. Por enquanto, ao menos esta semana, não há mais informações de ocorrências de chuvas no Estado neste outono de abril.

Estamos na quadra considerada mais chuvosa, que vai de março até junho. Contudo, as notícias não são muito animadoras, já que o inverno tende a ficar abaixo da média anual

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Reina sem governar

Aos poucos a presidente Dilma Rousseff (PT) neste seu segundo mandato vai largando o governo do país, dividindo em parte para entrega. Mal começou e entregou a economia ao ministro da Fazenda, Joaquim Levy, para resolver o abacaxi das contas.

Agora passou a articulação política para o PMDB, entregando ao vice-presidente Michel Temer. Parece que a presidente brasileira está disposta a seguir o ditado: "Vão-se os anéis e ficam os dedos". Pelo andar da carruagem, daqui pra frente vai reinar sem governar.

Ou alguém pensa diferente? Em conversas políticas já se fala até em parlamentarismo.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Lembrança do cinema de rua

Na esquina da rua Açu com a avenida Deodoro da Fonseca, Centro de Natal, funcionou por muitos anos um dos principais cinemas de rua, que entraram em extinção depois da época dos shoppings. Assisti muitos bons filmes em minha adolescência no cinema Rio Grande que ficava ali. Ainda hoje o prédio desse antigo cinema está do mesmo jeito, agora servindo para funcionamento de um templo evangélico. Ao passar nas proximidades me lembro muito bem das filas que se formavam nas bilheterias para a compra de ingresso em estreias de grande sucesso. Tempo que vai distante, deixando saudades. Salas de cinema agora só nos shopping centers, aqui não existe mais cinema de rua. O ex-Rio Grande é agora a Igreja Internacional da Graça de Jesus. (Foto JAC)

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Vila Lustosa

ESQUECIDA Rua Íris da antiga
Vila Lustosa
Eram ainda os anos 50, quando eu na companhia de minha mãe vinha a Natal numa viagem de nossa cidade interiorana à capital,  para nos hospedar na casa de uma parente que morava na então Vila Lustosa como era conhecida à época. Recentemente andando por lá para recordar esse tempo que vai longe, nem mais sinal do nome antigo encontrei por lá entre moradores de hoje. Há apenas vaga lembrança de algum deles que lembra. As ruas cada uma com nome, são assim conhecida e o bairro é Cidade Alta. Nada se preservou do nome antigo Vila Lustosa, que pena! Lembro de artigo do advogado José Arno Galvão, que já não está entre nós mortais, publicado pela Tribuna do Norte, que reclamava da falta de preservação de nomes como esse na cidade de Natal, diferentemente de outras capitais como São Paulo. De fato, nomes antigos, de domínio público, jamais deveriam ser esquecidos. (Foto JAC)

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Sexta-feira santa

Nesta sexta-feira santa, 3 de abril, segundo a tradição, é dia de refletir sobre a paixão e morte de Jesus, seja do ponto de vista religioso como filho amado de Deus, seja como líder cristão histórico, que veio ao mundo há mais de 2.000 anos, cumprindo o que seria uma missão divina. Nesta sexta, às 15h, a programação da Semana Santa na Catedral Metropolitana se resume à celebração da paixão e morte de Cristo. Este templo central religioso, no Centro de Natal, estará de portas abertas para receber fiéis que acompanham os atos litúrgicos da semana, na Catedral e igrejas desta capital. (Foto Arquivo JAC) 

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Árvore que cai

PERIGO Árvore cai e interdita trecho em avenida de Natal
(Foto de um colaborador que passava no local)
Bem que eu previ aqui um dia desses – (link da nota está aí logo abaixo) Uma árvore desabou exatamente no trecho em que eu me referi, entre as avenidas Alexandrino de Alencar e Bernardo Vieira, aqui em Natal, por felicidade não atingiu ninguém, mas apenas carros, provocando danos materiais.

Serve como alerta para o perigo de árvores antigas na cidade, que sequer são vistoriadas por órgãos do município, para saber se devem ser sacrificadas ou não por conta do perigo que oferecem, sobretudo em época de chuvas.

Uma delas desabou nesta terça-feira, 31 de março, mesmo sem chuva.

Caiu assim do nada, talvez com o vento, numa área de trânsito intenso, na avenida Senador Salgado Filho, bairro de Lagoa Seca, zona leste natalense, interditando a passagem pelo local.
__________  

Fatos e Notas: Árvores antigas: Principalmente em período de chuvas em Natal, uma vez por outra temos notícia de desabamento de árvore que desaba sobre carros estacion...

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Rua de pedestres

Esquecida e largada ao deus-dará, a  rua Cel. Cascudo, no Centro de Natal, dá pena. Pensada há um tempo que já vai longe para ser transformada em shopping a céu aberto, ideia de lojistas da CDL Natal, época em que os shoppings começavam a se instalar por aqui e esvaziar as lojas de rua, esse sonho nunca se tornou realidade. Mas bem que o poder público municipal, aliado aos lojistas, poderiam transformar a Cel. Cascudo numa área urbanizada e revitalizada para pedestres.Daria outra vida para essa ruazinha, atraindo público e movimentando o comércio local. Tem tudo para propserar ali um projeto de calçadão novo com comércio apropriado para o local. Ah... gente sem fé! (Foto JAC)

REFRIGERANTE Ainda na dieta de muitos

Pensei que, com um batalhão de nutricionistas condenando os refrigerantes na dieta contra os males à saúde humana, os refrigerantes tives...