domingo, 31 de agosto de 2014

Fechamento de indústria no RN

Lamentável o que lemos na mídia local: fechamento de indústria no Rio Grande do Norte. A indústria São Paulo Alpargatas S/A, do setor calçadista, fechou sua unidade industrial do município de Santo Antônio, a 77 quilômetros de Natal, dispensando cerca de 200 trabalhadores.

Um Estado que quase não tem indústrias, hoje vê as poucas que ainda funcionavam fechando. A falta de política industrial eficiente para o RN, e mais o quadro recessivo da economia que começa a se instalar no país, pode levar a muito mais perda de empregos no Estado daqui pra frente.

Num cenário econômico pouco otimista e de muita preocupação, sem dúvida o discurso de oposição nas eleições de 5 de outubro leva disparada vantagem. A economia está derrotando o governo petista que luta para se manter no poder a qualquer custo.

É evidente que a classe média, principalmente, passou a embarcar no discurso novo da candidata Marina Silva (PSB) de combate à "velha política". Era o discurso oposicionista que faltava.

sábado, 30 de agosto de 2014

Impunibilidade reinante

É claro que, com a sensação de impunibilidade para criminosos hoje reinante, em que as leis brasileiras são frouxas, não se tem presídios seguros, a violência tendo como combustão as drogas ilícitas, a criminalidade só tende a crescer, e o que polícia faz a Justiça desfaz. Uma falta de sintonia lamentável.

Então, desse jeito nenhum governo do país e gestões estaduais conseguirão fazer muita coisa para ao menos reduzir a criminalidade que este país tanto critica e reclama providência dos seus governantes e também parlamentares. A verdade é que as leis precisam ser cumpridas e outras mudadas para punir rigorosamente bandidos.

Menores delinquentes têm que ser tratados como tal em reformatórios rigorosos que isolem da população esses infratores que voltam as ruas e não temem as leis do país porque são ineficientes. Enquanto essa situação pública se mantiver, a violência vai predominar nas cidades brasileiras.

Está mais do que evidente a necessidade de endurecer as leis exequíveis que punam quem deve ser punido, isole em prisões os condenados por uma Justiça ágil, eficiente e que corrobore com as demandas da sociedade no combate ao crime, à bandidagem e às drogas que tanto mal faz ao convívio social.

Esta questão deve ser tema de preocupação dos atuais presidenciáveis em campanha, assim como a saúde e a educação de qualidade. Sem que arranquemos esse compromisso dos presidenciáveis e postulantes ao governo dos Estados, assim como dos parlamentares que votam as leis, continuaremos na mesma.

Ou melhor, o crime nos Estados vai continuar crescendo e amedrontando a todos nós.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Alto índice de desaprovação

Mesmo que tivesse conseguido sair candidata à reeleição, a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), provavelmente seria desaprovada nas urnas de 5 de outubro. Seu índice de reprovação de seu governo pela população potiguar chega a 80%, segundo o Instituto Ibope, que fez pesquisa para o portal G1 RN no Estado.

Os números falam por si só sem precisar de comentários. Com tamanha desaprovação nenhum governo consegue lograr êxito numa campanha política, por mais poder que tenha nas mãos. Infelizmente, Rosalba Ciarlini e seu grupo governista até hoje não disse para que veio.

Fracassou administrativamente e, em consequência, acabou-se politicamente, a ponto de seu próprio partido, o DEM do senador José Agripino Maia, um fiel partidário até então, ter virado as costas para seu governo e deixado a governadora e seu marido, o ex-deputado Carlos Augusto Rosado, a ver navios.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Um governo quebrado

Já há alguns meses, o governo de Rosalba Ciarlini (DEM) no Rio Grande do Norte chega a seu melancólico último semestre de gestão sem conseguir pagar toda a folha do funcionalismo dentro do mês, coisa que não acontecia fazia décadas de governos passados.

Lamentavelmente, o governo rosalbista que não conseguiu sequer se sustentar nem mesmo na avaliação do próprio partido, que vetou a candidatura de reeleição da governadora Rosalba Ciarlini, mostra-se até hoje mergulhado em dificuldades, sem rumo de um final feliz.

Até mesmo o 13º salário dos servidores não conseguiu pagar até aqui mais do que uma parcela de apenas 20%, quando o programado era de 40% em junho e 60% em dezembro. Ora, se não consegue agora nem os 20% da segunda parcela, como conseguirá pagar 80% do 13º e mais o mês normal em dezembro?

Conte-me outra porque essa história eu já sei como vai terminar.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Marina avança e surpreende

Na pesquisa Ibope recente, a candidata Marina Silva (PSB), que ficou no lugar de Eduardo Campos, avança e surpreende abrindo dez pontos de diferença em relação ao até então segundo colocado candidato à Presidência da República, xará Aécio Neves (PSDB) e se aproximando da primeira colocada Dilma Rousseff (PT).

E o mais surpreendente, segundo a pesquisa de intenções de voto, é que numa disputa de segundo turno, que tudo indica deverá acontecer, Marina bate a presidente Dilma Rousseff, atualmente na liderança do primeiro turno. Sabe-se que Marina tem cacife político, mas não se esperava que ela  chegasse tão rápida.

Depois do debate dos presidenciáveis na TV Bandeirantes (Band) na noite desta terça-feira (26), novas pesquisas de intenções virão a público e deve trazer mais novidades na corrida ao Planalto. A disputa agora vai esquentar e vamos ver quem ficará na poeira. O eleitorado começa a decidir seu voto.

Quem ataca sempre leva mais vantagem porque o contrário, quem se defende, fica numa posição menos confortável, uma vez que nem tudo é defensável, e o jeito é escamotear da questão.

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Festa das marcas empresariais

TOP OF MIND Pesquisa das marcas 2014 realizada pela FOCO
Todo ano a revista FOCO, em Natal, apresenta em uma de suas edições mensais as principais marcas do comércio e serviços destacadas em pesquisa realizada no mercado. Na noite desta segunda-feira (25) foi a vez da edição 2014, numa festa nos salões do Versalles, bairro Capim Macio, zona sul.

Estavam presente sobretudo o setor empresarial bem representado pelos donos das marcas e executivos das respectivas empresas, distribuídas nos mais variados ramos de negócios. Foi uma noite de encontro e de satisfação para quem estava entre os laureados apontados pelo mercado natalense.

Como diz o locutor cerimonialista Rui Ricardo, trata-se do "Oscar Potiguar" das empresas no Estado. E quem não quer ser lembrado pelo público consumidor? Daí a alegria e a certeza do fortalecimento da marca com o recebimento do troféu  entregue por uma comissão de personalidades que prestigiaram o evento.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Recessão bate a porta

A recessão econômica bate a porta do nosso país e o setor produtivo começa a dar sinais de que esse tempo indesejado, que já vimos antes, está aí outra vez., com redução do investimento, menos consumo e ameaça de desemprego.Enfim, tudo que é ruim para todo mundo.

Nesse sentido, o crescimento da economia despenca, apresentando projeções em queda pelas instituições financeiras, que antes era de 0,79% e baixou para 0,70% para o ano em curso, embora para 2015 a estimativa hoje é de 1,2%, de acordo com o mercado.

Com esse cenário recessivo, a indústria produz menos, o comércio reduz vendas e o desemprego mostra a cara. Além disso – é claro – o investimento privado some. É o chamado tempo de vacas magras, no sentido geral, e não apenas do campo, ameaçando sobretudo o emprego da maioria.

Tudo isso se esse quadro de recessão se configurar no país, da forma como está se prevendo.

domingo, 24 de agosto de 2014

Prefeito se equivoca

Dizer que a obra da avenida Engº Roberto Freire, zona sul de Natal, é desnecessária, o prefeito Carlos Eduardo Alves está redondamente enganado e parece que não circula com frequência por essa via da cidade. Se fizesse isso, não diria o que me parece ser um grande desconhecimento.

Talvez esteja sendo egoísta e passa a impressão de que só ele entende e sente os problemas da cidade que administra. A avenida Roberto Freire tem sim sérios problemas de trânsito que precisam ser resolvidos com um projeto viário, o mais depressa possível.

Quem trafega por ela, percebe que essa via de trânsito intenso vive com frequentes congestionamentos, até mesmo nos sábados, gargalos que precisam ser eliminados. Pelo amor de Deus, alguma coisa o Estado tem que fazer pela avenida Roberto Freire.

O prefeito Carlos Eduardo Alves está avaliando erroneamente os problemas ali. 

sábado, 23 de agosto de 2014

Aí vem o show baile

BONS COMPANHEIROS Aí reunidos tratando da festa
Reunião da organização do show baile dos Anos 60, 70 e 80, ocorreu quinta-feira (21) aqui em Natal com o comparecimento dos organizadores do evento, do grupo "Amigos para Sempre". A festa a ser animada pela orquestra Los Manos, a mesma do ano passado, vai ser dia 6 de setembro, em Afonso Bezerra-RN.

Começa às 23h e entra pela madrugada adentro do dia 7 de setembro, em clube local. A orquestra tem um repertório inesquecível da época dos chamados anos dourados, em que a juventude se divertia nas baladas ao som de músicas até hoje lembradas e tocadas em festas.

É um momento de confraternização de famílias afonso-bezerrenses que hoje moram fora de seu município, mas que aproveitam o evento para se reencontrarem ao som da boa música. Como hoje é sábado, dia de pegar leve, aproveito para lembrar a todos esse nosso compromisso de setembro.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Guarda com poder de polícia

Muito bom que a Guarda Municipal de Natal passou a atuar com poder de polícia. É mais um reforço ostensivo nas ruas que a população precisa, já que o Estado há tempo tem necessidade de aumentar seu efetivo policial, mas o governo Rosalba Ciarlini está parado.

Particularmente Natal, a capital do RN, tem se tornado cada vez mais insegura com a onda de assaltos a mão armada nas ruas, comércio e logradouros públicos. Hoje em dia até bares e restaurantes são visados, além de clínicas médicas, lanchonetes e proximidades de escolas. Nada está livre de assaltos.

É tanta a insegurança que até mesmo andar de ônibus de linha urbana ficou perigoso. Os assaltos têm sido constantes e até motorista já foi assassinado. Essa mesma violência se estende também a motoristas de táxis e proprietários de carros particulares. As drogas têm sido a combustão para o crime.  

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Praça central do bairro

Desde a gestão municipal passada, a praça central do bairro de Neópolis, zona sul de Natal, está a precisar de serviços de restauração para voltar a ser frequentada com satisfação pelos moradores do bairro. Na situação que está parece até abandonada pela falta de conservação.

O mato precisa ser campinado, as calçadas laterais estão sem o piso em várias partes e tomadas pela areia, bancos necessitam de uma mão de obra, enquanto a iluminação reclamação reposição de luminárias. Tudo isso pode ser feito num projeto de renovação da praça.

Pode ser até que já exista esse projeto de restauração, mas a Semsur (Secretaria Municipal de Serviços Urbanos) da prefeitura ainda não deu o ar de sua graça por aqui. A praça conta com academia pública de ginástica e até um posto de Polícia do Bairro que não funciona a contento – vive fechado e desprezado.

A arborização da praça também precisa ser trabalhada e mantida para dar vida à área grande e bastante espaçosa, que abriga a sede do conselho comunitário do bairro, onde ao lado fica a academia de ginástica. Conta ainda com uma quadra de esporte no meio da praça, sempre bem ocupada.

No entanto, depois que na gestão passada fizeram obras de saneamento no bairro, nunca mais a praça voltou a ser a mesma. Quem pratica caminhadas reclama das calçadas danificadas em vários trechos que circundam a praça. É hora de providências retardadas.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A força policial do RN

Ao que parece, lendo o noticiário desta quarta-feira (20), a força policial que o comandante Francisco Araújo colocou nas ruas para combater a onda de assaltos a ônibus e arrastões da violência urbana, não está surtindo efeito satisfatório. Novos assaltos voltaram a se repetir desafiando a gloriosa polícia.

É preciso mais do que colocar policiais na rua para garantir a segurança da população em Natal e municípios da região metropolitana. Os bandidos hoje em dia estão reciclados e bem planejados. Portanto, que os serviços de inteligência da polícia não subestimem o clima de violência.

Na verdade, precisa-se de um verdadeiro estado de guerra para inibir o crime. Por trás dos crescentes índices de criminalidade nas grandes cidades brasileiras está o grande negócio: as drogas ilícitas. Sem combater as causas não se terá os resultados que se deseja alcançar.

Aliás, essa não é uma luta apenas estadual ou municipal, ela é nacional. Envolve o governo federal também. O país inteiro sofre com a insegurança pública, conforme atestam as pesquisas e podemos acompanhar pela imprensa brasileira. Natal é apenas parte do problema maior que se quer resolver.

É impressionante como a cultura do mal está se disseminando no meio da população. Pessoas que pareciam ser do bem, na convivência diária, e de repente aparecem do lado errado como suspeitas. Não vou citar atividades para não denegrir profissões, mas hoje desconfia-se de quase tudo.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Começou horário eleitoral

Aquele horariozinho na televisão e no rádio que muita gente detesta começou. É o chamado horário eleitoral obrigatório das eleições deste ano, dia 5 de outubro, para a Presidência da República, Senado, Câmara Federal, governos estaduais e assembleias legislativas.

Cada candidato ou candidata apresenta suas propostas, ideias e se dirige ao distinto público no minutinho concedido do programa eleitoral de seu partido ou coligação partidária. Quem tem o que dizer tenta conquistar o voto do eleitorado; quem não tem já começa a perder aí, com a rejeição eleitoral.

Enfim, o horário eleitoral significa a democratização do espaço na mídia, dando vez a todos que se lançaram candidato para algum cargo eletivo.Cada vez mais a população se mostra decepcionada com os políticos brasileiros e parte dela quer abrir mão de seu voto como forma de protesto.

Não é isso que vai moralizar a política brasileira, mas sim a escolha bem feita de candidatos, com critérios e consciência crítica. Esse é um direito garantido pelas democracias e ignorá-lo em nada vai resolver nossos problemas de coletividade. Mude de candidato a cada eleição se for o caso, mas não abra mão de seu voto.

A renovação dos quadros políticos é importante quando necessário para aperfeiçoar o sistema democrático em busca de acertos. Nem todo candidato é tão mau que não mereça uma chance do voto. Há os que trabalham por coisas boas e que merecem nosso apoio. Vamos em frente!

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

A volta ao batente

ADEUS Fatalidade tira Eduardo Campos de cena
Meu retorno ao blog depois de uns dias ausentes está se dando de forma pesarosa pela fatalidade da morte de meu candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, então ex-governador de Pernambuco, por quem eu já havia me definido eleitoralmente nesta campanha.

Infelizmente a carreira política de Campos, neto de Miguel Arraes, que também governou Pernambuco em sua época, foi interrompida bruscamente e surpreendeu o Brasil com essa tragédia aérea que vitimou ele e toda a equipe de assessores que estava no mesmo voo, na quarta-feira, 13 de agosto.

Político jovem com uma trajetória promissora, o ex-governador Eduardo Campos estava ainda iniciando a campanha eleitoral pelo seu partido (o PSB), ao lado da candidata a vice-presidente Marina Silva, quando quis o destino retirá-lo repentinamente de cena, deixando a todos nós perplexos.

Com um governo de dois mandatos bem aprovado popularmente, neto de um político de boa tradição pela fidelidades às suas convicções políticas, Eduardo Campos conquistou minha admiração e eu estava definido a votar em suas propostas, ideais e convicções  para governar o país.

Já havia declarado isso, como cidadão-eleitor em notas no meu diário de internet. Agora vou ter de rever o que vou fazer. Não sou filiado a nenhum partido, decido meu voto de acordo com minhas convicções e visão crítica do momento político. Tenho apenas meu voto consciente para oferecer.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Breve comunicação

A partir desta quarta-feira (13) este diário de internet dá uma ligeira parada, retornando assim que possível às atividades de rotina, o que deverá ser apenas questões de dias. Vez por outra a gente precisa de um tempo para resolver alguma coisa, viajar ou mesmo repousar.

É compreensível porque na vida sempre estamos variando o nosso tempo e fugindo da monotonia quando necessário. Seja para um lazer, seja para uma férias, seja para tratar da saúde. Afinal, ninguém é mesmo de ferro, porque até este enferruja e vira coisa velha quando não imprestável.

Gosto de escrever voluntariamente e disso não abro mão enquanto puder fazer para ter minhas opiniões próprias, desde que bem pensadas e de forma responsável, para que conquiste cada vez mais credibilidade de quem aprecie meu trabalho. Por enquanto, é só isso, e até o retorno!

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Cinemas de rua

ESVAZIAMENTO Hoje são poucos nas cidades
Li na semana passada em O Globo que só 16 cinemas de rua resistem aos tempos na cidade do Rio de Janeiro. Nos anos 60, por exemplo, a capital dos cariocas chegou a dispor de 198 cinemas. No entanto, com a chegada dos shoppings o cinema de rua perdeu público para esses empreendimentos.

Hoje, em cidades como Natal, não se tem mais sequer um só cinema de rua, todos agora estão nos shopping centers, onde as redes de cinemas agora se instalam com mais conforto e modernidade, deixando para trás um tempo que se guarda nas lembranças do passado.

Fui muito a cinema de rua aqui em Natal, que só no Centro da cidade, contava com três bons cinemas: o Nordeste, o Rex e o Rio Grande. Lembro-me ainda de outros dois que existiam no bairro do Alecrim, como o popular São Pedro e outro que se chamava São Luiz.

Desses só não frequentei o São Pedro que era mais antigo. Os demais fui a todos no meu tempo de menino e depois na adolescência. Era um frequentador assíduo, desses que até na semana, deixava de estudar e não perdia um filme que me atraísse pelos cartazes e título expostos em vitrine na frente do prédio.

A propósito de nesta segunda-feira, 11 de agosto, ter sido comemorado o dia do estudante, lembro-me que na época tínhamos direito a assistir filmes sem pagar. Hoje quase nem se fala mais nesta data de outrora, em que estudante gozava de privilégios ao menos em seu dia.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Época da poluíçao política

Passado período da Copa do Mundo em junho e julho, restou-nos agora a campanha eleitoral das eleições gerais de 5 de outubro deste ano. Nas ruas, avenidas e logradouros públicos, bandeiras desfraldadas, nos semáforos distribuição de retratinhos dos candidatos e por aí afora carros de som propagandeando.

Esta marcha vai, pelo menos, até o encerramento da campanha, poucos dias antes do dia das eleições. Nos fins de semana os candidatos a pleitos majoritários e proporcionais intensificam o barulho nas nas ruas e suas movimentações bairro a bairro, cidade a cidade, para o corpo a corpo com eleitor.

Bom para essas moças e rapazes que, aproveitam, para ganhar um dinheirinho, postando-se em locais pela cidade, exibindo bandeiras e estandartes de candidatos. Coisa pouca mas que serve para quem está parado em casa sem emprego. É hora de faturar alguma grana.

domingo, 10 de agosto de 2014

Saúde: dívida milionária

A semana termina com um grave problema de ordem governamental no Rio Grande do Norte. Um só? – na verdade não, são vários problemas a resolver. No entanto, refiro-me aqui, em especial, ao da saúde pública, área em que o governo de Rosalba Ciarlini acumulou uma dívida gigantesca com o município de Natal, que atinge quase R$ 100 milhões – ou seja muito próximo disso, conforme admitiu o secretário estadual de Saúde, Luiz Roberto Fonseca. Com isso, o problema chegou à Secretaria Municipal de Saúde que não pôde mais pagar aos médicos cooperados para atender a demanda hospitalar da capital. Resultado: os médicos, por intermédio de sua cooperativa, suspenderam o atendimento das cirurgias eletivas. Daí a demanda começou a ser represada e passou a lotar os corredores hospitalares.Um problemão.
_____________
ALÉM DA SAÚDE, outra área governamental que vai de mal a pior é da segurança pública do Estado, no Rio Grande do Norte. A droga tem dominado as áreas periféricas da região metropolitana natalense e fomentado a criminalidade urbana mais e mais.

Por toda parte a insegurança tem se instalado sem controle dos órgãos policiais repressores, que ainda não encontraram meios suficientes para inibir essa violência que cresce de forma ousada.

São assaltos a ônibus das linhas urbanas, a carros particulares  tomados sob armas em punho, arrastões em bares, restaurantes e lanchonetes, assim como até mesmo a residências. Essa é mais uma área em que o governo mostra fragilidade e não tem conseguido tranquilizar a população. 

sábado, 9 de agosto de 2014

Embalos dos anos 60, 70 e 80

A festa do grupo "Amigos para Sempre", no ano passado, lá em Afonso Bezerra-RN, foi um sucesso. Todo mundo que foi gostou pela organização e animação. Este ano, dia 6 de setembro, às 23h, no mesmo local, o grupo vai realiza-la novamente, com a mesma orquestra Los Manos que toca uma seleção de sucessos dos anos 60, 70 e 80. É portanto imperdível esse baile que reúne senhores e senhoras da mocidade daqueles anos que se divertiam ao som das músicas daquela época, até hoje inesquecíveis. Os preparativos da festa já estão em andamento e dia 21 agora, o grupo organizador voltará a se reunir para discutir detalhes e assim assegurar o êxito desse maravilhoso reencontro, em sua 2ª edição. Como da vez passada, os bons amigos afonso-bezerrenses estarão juntos nesta empreitada, contando com o senso organizacional impecável dos companheiros Emmanoel Mateus e Fernando Nunes. Vamos lá: todos por um e um por todos.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Aeroporto: Faixa de Gaza

No novo Aeroporto de Natal, em São Gonçalo do Amarante, existe um conflito dos diabos entre taxistas e empresas de receptivos das agências de viagem.Cada um dos lados em conflito querendo açambarcar os  passageiros que chegam aqui por esse terminal.

A briga já foi até parar na Justiça, que tenta mediar o imbróglio entre as duas partes. O problema é que a corrida de táxi entre São Gonçalo e Natal não sai por menos de R$ 100. Já o transporte do receptivo turístico cobra por passageiro uma média de R$ 35.

Aí leva vantagem se forem até dois passageiros – um casal, por exemplo. Se forem mais, é melhor mesmo o táxi que deixa na porta.

Porém a questão é que a briga entre as partes está sobrando para passageiros. Outro dia, na estrada para o aeroporto, que fica distante, uma Van foi parada por carros de taxistas que mandaram todos a bordo descer sob a alegação de que o transporte era ilegal. Um absurdo!

O caso foi parar na polícia que agora com a Justiça tenta dar solução para o impasse. Cada uma das partes tem que ficar no seu quadrado e deixar – é claro – o passageiro (ou passageira) decidir a opção que prefere. Nenhum dos lado podem fazer abordagens aos passageiros na saída do desembarque.

Mas os taxistas questionam que as empresas de receptivos não estão cumprindo esses limites. A trégua, portanto, está ameaçada, enquanto a Justiça estuda o caso para adotar uma decisão.
____________
NA DISPUTA pela demanda de passageiros do Aeroporto de Natal ainda vai entrar o transporte executivo de linhas que vão ser instaladas para operar 24 horas, de acordo com informação já veiculada na mídia pelo Consórcio Inframérica. Esta empresa, administradora do aeroporto, aguarda apenas o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) autorizar o funcionamento para instalar mais essa opção. Quanto mais bem servido de transporte o aeroporto, melhor para quem se dirige ou sai do aeroporto em direção a Natal.A concorrência é importante para o mercado.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Ônibus executivos do aeroporto

AEROPORTO Faltam ainda linhas de ônibus executivos
É sabido que Natal precisa melhorar muito seu sistema de transporte de massa. Atualmente a população depende quase que totalmente da frota de ônibus. Os trens da CBTU ainda são ruins e trafegam em poucas linhas que atendem apenas uma parte muito pequena da região metropolitana.

Porém, estão chegando aí os VLTs (Veículos Leves Sobre Trilhos) que vão melhorar o sistema da Companhia Brasileira de Trens Urbanos. Em pouco tempo – talvez dois meses – esses trens modernos, rápidos e confortáveis devem estar entrando em operação na Grande Natal.

Enquanto aguardamos esse tipo de metrô de superfície, perguntamos pelos ônibus executivos que farão a linha entre o aeroporto novo, em São Gonçalo do Amarante, e a cidade de Natal. Uma opção para não se depender unicamente de táxis, cujas corridas saem caras entre Natal e São Gonçalo.

O consórcio Inframérica, que administra o aeroporto, diz que só depende do DER – o Departamento de Estradas de Rodagem dirigido pelo engenheiro Demétrio Torres. E o que faz Demétrio que não autoriza logo esse transporte? Será que vão deixar para o próximo governo resolver?!

Tomara que esse transporte executivo faça a linha entre Aeroporto–Rodoviária, pois é o ponto mais adequado, com segurança e que funciona 24 horas ininterruptas. Em caso de chuva ou sol abriga muito bem a todos que estão fazendo o translado a qualquer hora do dia ou da noite.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Dia de jogo na Arena

Hoje é dia de jogo no estádio Arena das Dunas, em Natal. Mecão e Flu se enfrentam às dez da noite pela Copa Brasil. É um bom jogo para se ver, já que o América RN tem feito boas partidas e o Fluminense carioca é um dos clubes líderes d campeonato brasileiro, atrás apenas do Cruzeiro (MG).

Depois do fiasco na seleção brasileira, Fred, camisa 9, veio com seu clube a Natal integrando a equipe de jogadores. Contudo, ele tem permanecido entre os reservas até aqui, trabalhando aos poucos seu retorno ao time titular. Atualmente, o Flu conta com Rafael Sobis que tem feito boas atuações.

Torcedor ou não de um desses times, está aí uma boa opção para ir ao estádio nesta noite de quarta-feira. O estádio Arena das Dunas merece uma visita ou ser revisitado em jogos como o de hoje. É um estádio muito bonito de padrão internacional, que está agora em sua fase pós-Copa.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Modernização de trens

EXEMPLO DE VLT Trens modernos para Natal
Fazia tempo que não lia uma notícia tão boa assim: Natal, capital potiguar, está prestes a ganhar trens modernos e começar a construir uma malha ferroviária como alternativa para o transporte de massa na cidade. Estão chegando os VLTs – Veículos Leves Sobre Trilhos.

O primeiro VLT de 12 composições para Natal chega esta semana. No site da Tribuna do Norte li que os trens modernos – metrô de superfície – vão atender não só a capital mas também municípios da região metropolitana, tão logo toda a malha ferroviária estiver instalada.

Vejam que beleza: o Campus Universitário da UFRN, na zona sul, vai ser atendido com linha que partirá  da Ribeira, assim como haverá  linha que formará um anel ferroviário na  região central da cidade. Quer dizer, esse novo sistema será uma opção de transporte público para a mobilidade da população.

Até o novo Aeroporto de Natal vai ser atendido por esse sistema inovador, com um anel ferroviário que interligará Natal aos municípios de São Gonçalo do Amarante, Parnamirim e Macaíba, na chamada região metropolitana natalense. É uma opção ao transporte de ônibus a exemplo dos grandes centros urbanos.

Temos muitas questões a resolver por aqui, como a da segurança, da saúde e da educação, mas a do transporte também, o que mostra isso que caminhamos para o desenvolvimento, mesmo tardio, lento e de muito a se fazer ainda. Contudo, um dia vamos chegar lá, nem que sejam as futuras gerações!

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Gargalo na educação

Está aí um gargalo da educação brasileira que chama atenção: entre os jovens mais pobres do país, menos de um terço conclui o ensino médio no Brasil, conforme reportagem da BBC Brasil. Essa questão voltou a ser evidenciada em consequência de relatório do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Daí se conclui pela reforma do currículo escolar como saída para aumentar o interesse dos jovens pelo ensino médio. Atualmente, adolescentes que frequentam o curso médio se mostram pouco estimulados pelos estudos, muitos deles cursando séries atrasadas, o que é bem verdade.

E por quê? – perguntaria qualquer pessoa interessada no problema. Ora, porque ainda hoje apesar de um currículo escolar extenso, ele é desconectado da realidade, com aulas excessivamente teóricas e incapazes de suprir deficiências anteriores dos alunos, segundo especialistas da educação.

Isso leva ao desinteresse e à evasão escolar dos adolescentes que precisam sobretudo de estímulos para avançar em seus estudos. Pois bem, tal questão nos remete a outra ainda mais grave: muitos desses jovens, sem ter o que fazer,  vão parar na escola do crime – penso aqui com meus botões.

A sociedade deve pressionar governos por mais investimentos em educação como principal alternativa para o desenvolvimento e combate à criminalidade dos jovens. Precisamos de boas escolas em tempo integral e com atividades esportivas para motivar essa população, de forma a ocupar todo o tempo disponível dela.

domingo, 3 de agosto de 2014

A Semana segunda 28/7

JoséAécioCosta.com: Mundo de guerras:  Engrosso as fileiras do papa Francisco que pede paz nos países em conflitos com perdas humanas. O papa está em seu papel e cabe a todos e ...

A Semana terça 27/7

JoséAécioCosta.com: Liberação quase total: Até que enfim os túneis que faltavam ser liberados do Complexo Viário Dom Eugênio de Araújo Sales, em Natal, já estão todos abertos ao tráf...

A Semana quarta 30/7

JoséAécioCosta.com: Realidade da Aids no Brasil: É preocupante que o número de novos casos de infecção por HIV no Brasil cresceu 11%, enquanto o índice de mortes no país atribuídas à Aids ...

A Semana quinta 31/7

JoséAécioCosta.com: Crise de gestão e financeira: A cinco meses de terminar seu governo, a governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM) patina em mais uma crise administrativo...

A Semana sexta 1º/8

JoséAécioCosta.com: A insegurança nas cidades: Anda-se na rua com medo. Aonde se vai, seja comércio, clínica, banco, a sensação de insegurança parece ser a mesma. Olhar vigilante, suspei...

A Semana sábado 2/8

JoséAécioCosta.com: Além das guerras: Há muito a preocupar o mundo, além das guerras. Agora mesmo assombra as autoridades de saúde internacionais a epidemia devastadora do vírus...

sábado, 2 de agosto de 2014

Além das guerras

Há muito a preocupar o mundo, além das guerras. Agora mesmo assombra as autoridades de saúde internacionais a epidemia devastadora do vírus Ebola (febre hemorrágica que ataca as pessoas infectadas). O surto atinge a população da África Ocidental e pode se espalhar para outros países.

Um alerta já foi dado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), por intermédio de seu representante que está na região afetada. A diretora geral da OMS, Margaret Chan, diz que se nada for feito para controlar o Ebola, a situação pode se agravar ainda mais com "consequências catastróficas".

Li hoje, bem cedo, em O Globo, e fiquei alarmado diante de esforços vencidos até aqui para controlar o surto, com foco mais intenso em Guiné, Libéria e Serra Leoa. A febre hemorrágica já matou 729 pessoas na África Ocidental. O perigo é esse vírus romper fronteiras mundo afora. Ora pro nobis!

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A insegurança nas cidades

Anda-se na rua com medo. Aonde se vai, seja comércio, clínica, banco, a sensação de insegurança parece ser a mesma. Olhar vigilante, suspeitas por vezes infundadas e desconfianças frequentes. A violência nas pequenas, médias e grandes cidades tem nos tirado o sossego.

Essa paranoia não é à toa, ela faz sentido sim, mesmo que tentemos moderá-la. Entre janeiro e junho deste ano, 32 pessoas morreram em assaltos a bancos no país. Isso é motivo de sobra para andarmos assustados e inseguros em quase toda cidade do nosso país. Não está fácil.

O número vem crescendo e hoje já é 6,7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado, conta a Agência Brasil. O levantamento é da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Fnanceiro (Contraf) e da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV).

Frustração tributária

Acredite se quiser, mas a reforma tributária ainda está entre as reformas do presidente Michel Temer, que talvez não consiga aprovar nenh...

MAIS VISITADAS